sábado, 25 de abril de 2009

A Semana Nacional de Educação e a continuação do descaso em relação ao funcionalismo público

No dia 23 /04 representantes do SINDSERVI e APLB/SINDICATO estiveram em todas as escolas da rede municipal de ensino, onde, após ouvirem os queixas dos servidores em relação à negligência do prefeito atual, Solon Ribeiro do PV (Partido Verde), em teimar na não regularização do terço-de-férias, que geralmente é pago no mês de janeiro ou, em alguns casos, em fevereiro, convidaram estes (servidores) para participarem de encontro que trataria da Semana Nacional da Educação, a ser realizado na sede das Comunidades do Zumbi dos Palmares, as 15h00min, do dia 24/04.

Em decorrência dos protestos nesta semana, que trata de tema tão importante como o piso salarial dos profissionais da Educação e outros direitos da categoria, que visa, acima de tudo, favorecer a revolução no campo do conhecimento, membro do SINDSERVI e outras pessoas, como o professor Vinicius, servidor da Prefeitura de Iaçu, estiveram no Programa Voz da Comunidade, a partir do meio-dia, para mobilizar a sociedade itaberabense em torno da questão – a qualidade do ensino e o respeito aos seus profissionais.

Na sexta-feira, dia 24/04, quando da paralisação nacional , as 15h00min, na sede das Comunidades do Zumbi dos Palmares, servidores municipais estiveram presentes para discutirem o tema, estando presente também Roberto Erseni, professor aposentado, membro do Conselho Municipal de Educação e membro da APLB/SINDICATO, que, conforme sua experiência neste campo, contribuiu para abrilhantar o evento. O Encontro contou com dois tópicos de pauta, girava em torno da 10ª Semana Nacional de Educação e de questões pontuais relacionadas ao SINDSERVI – como o processo de reposição salarial, a questão do terço-de-férias, horas-extras sem a devida remuneração e outros pontos.

Foram assinalados os avanços da lei que regularizava o piso salarial, e os retrocessos, pois o piso não atende as demandas dos trabalhadores da educação, apesar de significar um avanço em torno do debate sobre a qualidade de ensino no País.

No segundo momento do Encontro, foi apresentada a situação do processo de reposição salarial, o qual, João de Deus, vice-presidente do SINDSERVI, se mostrou bastante desacreditado na gestão atual, apesar de, segundo ele, ter esperado uma maior receptividade por parte do prefeito para solucionar o impasse, vez que a gestão é formada pela coligação PV, PT e Partido Comunista, o que se pressupunha uma atenção maior às questões dos trabalhadores.

Informou o vice-presidente, que a partir de agora novas táticas deveriam ser delineadas para forçar o governo a iniciar as negociações, pois o tempo urge, uma vez que o novo valor do salário mínimo já influenciou no aumento dos bens de consumo, nos preços de serviços, e com isso notadamente está empurrando a categoria que não está enquadrada nesta situação (do salário mínimo) a ser vítima dos aumentos de preço.

Ao fim do Encontro, a diretoria propôs algumas ações para forçar a negociação, entre elas, a divulgação da insatisfação do servidor em outdoor na cidade, denunciando o descaso do prefeito; este outdoor antecede às comemorações do 1º Maio, pois será também uma crítica não a data, mas a falta do que se comemorar neste dia.

Outro ponto discutido foi a proposta de ida dos representantes do SINDSERVI à Câmara de Vereadores, onde farão uso da Tribuna Livre, para denunciar o fato, bem como farão uso, de pelo menos 20 minutos, do Programa  A Voz da Comunidade, líder em audiência na cidade, a partir das 12:00 horas. No dia 1º de Maio decidem também por manifestações na cidade, fazendo uso da famosa panfletagem.

Com essas ações, a diretoria espera não apenas forçar o diálogo com o prefeito, mas mostrar à população itaberabense que nem tudo está indo bem como se poderia esperar, pois mudaram os atores, mas a cena continua a mesma: descaso em relação ao funcionalismo público.

Fonte:Imagem: WEB

domingo, 19 de abril de 2009

Maio está chegando, e como ficam os servidores, prefeito?

Maio está chegando. E há muito para ser feito em Itaberaba, pelo menos para a diretoria do SINDSERVI, pois a enigmática gestão do Prefeito Solon Ribeiro, apesar de manter o pagamento regular, em dias, dos servidores municipais, algo não para ser festejado, mas uma obrigação, ainda não deu provas para que veio. Até a presente data 20/04 a gestão não pagou o terço de férias dos servidores da Educação, que tiveram férias - coletivas entre dezembro e janeiro de 2009. E o mais greve e relevante - não tem planos nem estratégia (por que não dizer vontade política!) para garantir este direito. Como se não bastasse, a SEMEC (Secretaria Municipal de Educação e Cultura) e CME (Conselho Municipal de Educação) aprovaram o calendário escolar de 2009 em que professores e demais funcionários das escolas são obrigados a trabalhar nos feriados (no total de quatro) e sábados (ao todo onze sábados!), como forma de resguardar os 200 dias letivos, que a lei prescreve. Para o SINDSERVI, e isto tem sido apresentado nos meios de comunicação da cidade, não se há uma oposição irresponsável ao calendário até porque os 200 dias letivos é o período necessário para garantir o mínimo de aprendizagem, por outro lado, o que tem atormentado a diretoria, levando o caso à advogada da entidade, é o fato de que os servidores estão trabalhando nestes dias sem, entretanto, fazer jus as horas-extras. Diante do fato, a entidade encaminhou ofício ao gabinete do Prefeito, à Secretaria Municipal de Educação e Cultura e ainda à Secretaria Municipal de Administração denunciando o expediente. Oficio similar foi encaminhado a outros setores, como escolas e creches alertando professores (as), zeladoras, auxiliares de classe que a entidade estará se organizando para denunciar o fato à Justiça, e , no ensejo, pedia às/ aos diretoras (es) para ficarem atentas (os), pois estas (es) deveriam, antes de tudo, solicitar da Secretaria Municipal de Educação e Cultura a fundamentação jurídica, por escrito, que sustentava a obrigatoriedade de exigir dos subordinados carga - horária extra naqueles moldes. É de se espantar que uma gestão formada por elementos do PV (Partido Verde) , PT ( Partido dos Trabalhadores) e Partido Comunista, partidos que sempre estiveram outrora a favor dos trabalhadores, deixa um fato lamentável como este passar em branco, como nítida mensagem de continuidade da política perseguidora e desestimuladora de gestões anteriores que queriam apenas explorar o funcionalismo público. Outro fato é que, até a presente data (20/04), a diretoria não encontrou o prefeito para discutir a pauta de reivindicações de 2009, porque, como sempre, se encontra em viagem. Espera-se que seja a favor das demandas do Município e menos dos interesses político-partidários, uma vez que o prefeito só assumiu após pleito na Justiça contra o candidato - opositor a prefeito, João Mascarenhas Filho, que obteve 12.000 votos contra os 9.000 do atual. Assistimos uma briga silenciosa nos bastidores políticos que se não for resolvida, causará transtornos à comunidade em geral e ao funcionalismo público. Como até agora a diretoria esperou, respeitando o aceno da gestão para responder os pontos da pauta, esta semana caso o prefeito não atenda a diretoria, apesar da mensagem encaminhada ao SINDSERVI onde propõe agendar uma reunião, caberá a esta própria diretoria buscar outros expedientes para forçar a negociação, ações que geralmente trouxeram transtornos à população diante da falta de cautela dos prefeitos, que pouco ou quase nada se importavam com os servidores. Uma semana!... Será o tempo disponível para a gestão de Solon Ribeiro tomar suas providências! Caso contrário, o caldo deverá engrossar...

terça-feira, 14 de abril de 2009

Jornal O GRITO! (clique na imagem)

Continue lendo: FONTE: Turma da Quarta.O GRITO! Piemonte Chapada, Itaberaba, Ano I, Nº 3 , Março 2009

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Diretores dos sindicatos de Itaberaba se reúnem para organizar a comemoração do 1º de Maio

Nesta quinta-feira, dia 09, as 19:00 horas reuniram-se os membros de cinco sindicatos do Município de Itaberaba, e ainda o Secretário de Esportes, ex-lider sindicalista,senhor Edvaldo,na sede do Sindicato dos Comerciários, para organizar as comemorações do 1º de Maio na cidade.
Ficou decidido no encontro que será organizada a PRIMEIRA CORRIDA RÚSTICA DOS TRABALHADORES, nas modalidades masculina e feminina, com inscrições abertas para atletas das regiões circunvizinhas. O evento contará com um torneio de futsal, sendo oitos equipes. O torneio visa também à integração dos trabalhadores e de seus familiares. Na programação está previsto capoeira, danças e outras manifestações para animar o dia. O evento será encerrado com um show de rock’roll para os amantes deste estilo musical. Agora é esperar a participação dos trabalhadores, em um dia especial como o 1º de Maio, que nos traz à memória a história dos trabalhadores e suas lutas para garantir os direitos trabalhistas e as transformações sociais e econômicas na sociedade, que atualmente herdamos. Sabemos que há muito para ser conquistado, mas hoje temos a noção que os passos são dados aos poucos. As transformações não decorrerão das ações de uma geração, mas do esforço das inúmeras gerações de trabalhadores brasileiros e pelo mundo afora por uma situação mais igualitária. VIVA O 1º DE MAIO!E nosso apoio incondicional aos atletas do SINDSERVI. Vamos lá!
Imagem: fonte:WEB

quarta-feira, 1 de abril de 2009

RECURSOS DO FUNDEB

REPASSES DO FUNDEB ITABERABA - BA TOTAL DOS REPASSES NO PERIODO /2009 MÊS R$
  • JANEIRO - 806.873,68
  • FEVEREIRO - 884.394,13
  • MARÇO - 922.973,59
  • ABRIL - 945.947,60
  • MAIO - 1.401.502,19
  • JUNHO - 1.591.306,38
  • JULHO - 723.452,14
  • AGOSTO - 1.020.356,29
  • SETEMBRO - 872.641,72
  • OUTUBRO - 1.042.976,17
  • NOVEMBRO - 809.727,24
  • DEZEMBRO - 1.206.908,68

Fonte: https://www11.bb.com.br/site/daf/index.jsp