terça-feira, 26 de janeiro de 2010

SINDSERVI EM PROCESSO DE AMPLIAÇÃO E REFORMA

Após assembleia última os servidores municipais aprovaram sob júbilo à ampliação da sede da entidade. Estando localizada no centro da cidade, agora vai ganhar três andares. Com isto a diretoria visa, além de valorizar a luta sindical “simbolicamente”, mostrar que a entidade é autônoma financeiramente, capaz de progredir e resistir aos incômodos de toda natureza, mesmo com críticas de alguns poucos à diretoria subjudice e à luta sindical travada pelos servidores nestes 10 anos. Representará também, sem dúvida, a valorização de um patrimônio erguido a base dos esforços dos trabalhadores. No mais tardar, em junho deste ano, os servidores poderão contar com a nova sede ampliada e reformada a nível da competência do servidor público itaberabense, que a sustenta com sua contribuição mensal e seu entusiasmo. Com este passo também a diretoria espera fortalecer a entidade e atrair novos filiados, bem como avançar em outras ambições da entidade, e provavelmente do próprio servidor: acrescentar à medida a compra de veículo próprio, com vistas ao trabalho de base na zona rural de Itaberaba, compra do espaço recreativo dos servidores, e, além disto, buscar incrementar cursos de formação sindical regularmente, vez que o espaço estará adequado. O que será um processo lento, mas executável. Um objetivo a ser iniciado com esta diretoria e perseguido pelas demais. É o que se espera. Em breve, em fevereiro, será encomendado o projeto arquitetônico, que já está em via de negociação com técnico competente. Com isto em mãos será formada a comissão de servidores (as) para fiscalização da obra e dos gastos. Fica registrado antecipadamente: esta ação é resultado dos esforços de todas as diretorias que por ali (no SINDSERVI) passaram; independente das falhas de uma ou outra, independentemente mesmo das convicções ou das questões político-partidárias que envolvam os seus filiados ou simpatizantes, ou membros das diretorias. Todas merecem o crédito.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

1ª Assembléia de 2010 já começou quente!

Hoje quinta-feira (07/01) no Salão das Comunidades Zumbi dos Palmares, às 16h., instalou-se a primeira assembléia extraordinária do ano, do SINDSERVI , sendo presidida pelo presidente João de Deus. A pauta do dia foi a eleição dos membros do Conselho Municipal de Saúde, e a discussão e aprovação da pauta de reivindicação salarial do ano corrente. Como boa parte das assembléias esta foi mais uma disputadíssima principalmente no tocante a eleição dos conselheiros. De inicio quatro candidatos ao segmento Trabalhadores da Saúde se inscreveram. Um retirou a candidatura. Por fim, foram eleitos o funcionário público Stenio Bastos, com dezesseis votos, sendo portanto o titular e em segundo lugar a servidora Olga , suplente, com quinze votos.O terceiro lugar ficou com Jaqueline dos Santos, técnica em enfermagem, com quatro votos.Com isto a comunidade e os trabalhadores da Saúde terão dois representantes no Conselho. Os impasses da votação se resume no fato de que o candidato Bastos tinha o apoio explícito do governo, tanto assim que este compareceu ao lado de um dos seus representantes como a Vereadora Milzinha, que além do cargo que exerce, faz parte da bancada do prefeito João Filho (DEM-BA), e é também servidora da Saúde. Foi uma das votantes. O ato de escolha dos conselheiros dos demais segmentos que compõem o Conselho Municipal de Saúde foi organizado pela Secretária de Saúde na terça-feira, dia 5 , quando em uma reunião fechada os representantes do governo municipal iniciou a eleição para prover as cadeiras , em que, com a presença dos membros do SINDSERVI, pelos menos a escolha do segmento Trabalhadores da Saúde foi postergada para hoje, quinta-feira, dia 07, em que respeitando as normas da legislação em vigor a entidade buscaria pelo menos em relação a sua parte fazer a escolha dos membros de forma transparente no fórum dos trabalhadores e não em um lugar reservado, fugindo ao verdadeiro propósito que incumbe as funções do conselho e seus membros – transparência e busca pela legalidade . Com isto, uma vez convocada a assembléia, a eleição foi realizada dando oportunidade a todos que se enquadrassem nos requisitos o direito de candidatar-se ou eleger seu simpatizante a cadeira. Com a vitória do servidor Stênio Bastos, ao término da assembléia, “ouviram - se o ribombar dos fogos de artifício”. Cabe agora saber como o servidor irá atuar no conselho, vez que houve protesto de boa parte dos presentes da área de saúde, contrário a sua candidatura e sua explicita ligação com o governo municipal. Quanto à pauta de reivindicação salarial para 2010 os servidores decidiram aprovar a proposta de 20% para reposição salarial, ficando entendido que aquele percentual não cobria as perdas históricas a que vinham sofrendo as categorias do funcionalismo público, mesmo com todo o esforço da entidade sindical nestes últimos 10 anos. A pressa em discutir a pauta se justifica no fato de que o Governo Federal antecipará este ano o reajuste do mínimo para janeiro, não assegurando às demais categorias acima do referencial também o mesmo direito de antecipação. Com a pauta aprovada cabe agora apenas a entidade sindical manter os contatos com o governo municipal para iniciar as rodadas de negociação, uma tarefa difícil pela frente devido à reposição salarial de 7% do ano findo e que ainda tem o retroativo a ser regularizado a partir do mês de janeiro, e que provavelmente se chocará com a reivindicação deste ano.