quinta-feira, 28 de outubro de 2010

28 DE OUTUBRO - DIA DO SERVIDOR PÚBLICO

A você, servidor / servidora pública, de qualquer esfera – municipal, estadual e federal -, nossos parabéns neste dia – 28 de outubro, Dia do Servidor Público ! Afinal são vocês que tem uma grande responsabilidade: a de manter escolas, hospitais, repartições e secretarias em funcionamento, e como sabem,é difícil manter um setor em pleno funcionamento quando as condições de trabalho são precárias e o salário achatado. Sabemos também que muitas pessoas não acreditam no (a) servidor (a) ou no seu trabalho, pois para muitos ele (a) é aquele (a) que não perde o emprego, ganha muita grana, é rancoroso (a), folgado (a), enfim, é alvo de várias críticas; mas cada situação é uma situação, afinal boa parte dos servidores vive em situações precaríssimas. Em Itaberaba, por exemplo, há muitos servidores na ativa, aposentados e pensionistas, que foram vítimas de gestores mal-intencionados, não recebendo o salário do ano de 2000, e com ele o décimo - terceiro e outras obrigações! É pouco? Calma, tem mais.
 Isso virou um processo gigantesco que tramita pela justiça até os dias de hoje... Em novembro de 2008, em outra gestão, os servidores, impulsionados pelo caos instaurado na administração pública, como atraso de salários e a calamidade presente nas escolas e setores da Saúde, decidiram por paralisar suas atividades por mais de 20 dias; com isso, o prefeito na época se achou no direito de ingressar na Justiça, com petição alegando abusividade de greve, e ressaltando que a greve tinha outros fins, exceto o de interesse das categorias, entretanto, o magistrado que julgou o caso entendeu que a reivindicação era de competência da Justiça comum, o que decidiu por incompetência no julgamento da demanda. O SINDSERVI nunca fora notificado.
 O fato só foi descoberto por meio de pesquisas na internet. A história parecia ter sido encerrada se não fosse o corte efetuado a mando do prefeito nos salários dos grevistas, e até mesmo dos servidores não grevistas. Afinal, tem servidores que saem de férias, são licenciados e aqueles que não aderem a greves. Muitos destes não foram poupados. Notem, o tal prefeito deixou o governo municipal em dezembro de 2008. Agora, dia 25 de outubro de 2010, em reunião com os representantes da gestão atual, a diretoria do SINDSERVI na tentativa de negociar o pagamento da dívida trabalhista do ano de 2000, foi surpreendida pela declaração do Procurador do Município, que advertiu: “... Olha, e o pior é que há uma ação contra o sindicato, daquela greve de 2008, e a Justiça quer saber se os servidores estão paralisados?”. Risada geral dos presentes na reunião. É assim a vida do servidor... Quem critica, deveria pelo menos tentar fazer um concurso público e se juntar à turma!
Bom, apesar de tudo, e dos super poderes de prefeitos, governadores e presidentes, a todos os servidores, neste dia, reafirmamos os nossos sinceros votos e considerações, lembrando que o compromisso com o público deve ser sério e ético, afinal, devemos valorizar cada centavo que o povo brasileiro gasta em impostos para se ter serviços de qualidade.