sábado, 12 de fevereiro de 2011

CONVOCAÇÃO


O Sindicato dos Servidores Municipais de Itaberaba – SINDSERVI -, com endereço a Rua Lions Club, 84, centro, Itaberaba, BA, por sua diretoria, convoca os servidores municipais em geral para participarem da assembléia geral extraordinária a ser realizada no dia 16 de fevereiro de 2011, quarta-feira, as 16:00h em primeira convocação, e as 16:30h. em segunda convocação, com os servidores que estiverem presentes, no salão Comunitário Zumbi dos Palmares, na Praça do Rosário, Itaberaba- BA, onde serão discutidas:

• As propostas e aprovação dos pontos da Pauta de Reivindicação Salarial e Outros Direitos do ano em curso;

• E o que ocorrer.

A diretoria



Servidores municipais compareçam. Façam valer os seus direitos. Participem!

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

ITABERABA NA CONTRAMÃO DA EDUCAÇÃO?

Sabemos que mesmo nos tempos atuais há um esforço no País para que a educação de fato seja democrática e universal, entretanto, apesar de inúmeras escolas da rede municipal, estadual e particular, desde 2010 o Município de Itaberaba tem entrado na contramão da educação, ao fechar os turnos noturnos das escolas municipais. Assim, no ano passado apenas duas escolas alugadas funcionaram com o ensino para Jovens e Adultos - EJA.

Curioso é que não há uma justificativa convincente por parte da SEMED – Secretaria Municipal de Educação – para a medida. Após ser provocada pela diretoria do SINDSERVI – SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE ITABERABA-, a secretaria alegou  falta de alunos.

Acredita-se que a informação não procede, pois a população de Itaberaba beira, conforme o último censo, a 60 mil habitantes. Por outro lado, estudar turno noturno, é a única alternativa que possui uma classe social empobrecida aqui e em todo o Brasil, que dispõe do dia para buscar o seu sustento.

Como estudantes e pais de alunos, desejosos de estudarem perto de suas residências, afinal há muitas escolas municipais espalhadas pela cidade, o SINDSERVI, por sua diretoria, resolveu comprar a briga. Com isto encaminhou manifestos junto a Promotoria de Justiça local na busca de sanar o problema, desde o mês de março de 2010.

No início deste ano, a diretoria do SINDSERVI ficou sabendo que a SEMED irá autorizar o funcionamento de mais duas escolas: a da 5ª Residência do DER-BA e a Escola Municipal Doralice Sampaio. Além de continuar funcionando as escolas alugadas. Enfim, apenas 4 escolas, com o turno noturno em funcionamento, para uma cidade com quase 65 mil habitantes.

O esforço da entidade agora é garantir junto à promotoria o funcionamento de pelo menos mais duas escolas no turno noturno, a Escola Municipal João Almeida Mascarenhas e a Escola Municipal Tancredo Neves, totalizando 06, o que vai favorecer os bairros distantes do centro. Esta luta também favorecerá aos servidores municipais, professores, diretores e demais profissionais que foram encaminhados para os turnos matutino e vespertino sem sequer terem o direito de reivindicar ou participar de debates em torno da medida. Houve até casos de servidores solicitando demissão diante da desorganização do ensino.

Espera-se que os representantes da SEMED, de bom senso, repensem as ações e garantam aos jovens, trabalhadores e moradores das periferias o direito ao acesso a uma escola perto de casa. Da parte do SINDSERVI, a entidade continuará criticando na rádio comunitária local e encaminhando queixas à promotoria, e outros órgãos fiscalizadores da educação até a solução do impasse, pois as reformas até podem ocorrer, mas sempre buscando o melhor para as pessoas e a cidade.