quinta-feira, 21 de julho de 2011

SERVIDORES ATENTOS PARA PARALISAÇÃO(ÕES) EM ITABERABA

A diretoria do SINDSERVI, nesta quinta feira (20), em reunião, fez o planejamento da (ou das) paralisação (ões) que ocorrerão no Município por conta do silêncio do prefeito João Filho (DEM), quando há pendências como o não pagamento dos salários do ano de 2000 (processo transitado, julgado e ganho), falta de Plano de Carreira do Magistério, com a devida atualização, ausência de planos de carreira da Saúde e da Guarda Municipal, bem como o assédio moral praticado em setores de trabalho - a ser combatido -, e outras questões que tiram o sono do trabalhador.

O ponto forte desta campanha será a denúncia nos meios de comunicação de abusos praticados pelo governo ( ou a ausência de decisão), que tem causado transtornos aos servidores.

De antemão, ouvindo os interessados, se sabe que se pode contar com eles. Por isso, em breve haverá a assembléia onde se deliberará melhor sobre as paralisações. Focando também a data comemorativa do 7 de Setembro, quando os servidores da educação trabalham sem receber no final do mês , em seus salários, o ressarcimento pelo trabalho num feriado. Geralmente é compensado com folga. A questão é: será que todo servidor do Magistério aceita isto, ou é uma mera imposição? Será mais um ponto de discussão da assembléia geral, em breve.

Servidores atentos, e vamos vigiar sempre!



domingo, 17 de julho de 2011

Aos servidores, aposentados e pensionistas do Município : É HORA DE PARAR!

Em breve, paralisação de 24 horas em Itaberaba. E o que justifica esta medida?

Eis alguns  pontos de aborrecimento:

• Prefeitura de Itaberaba não paga o salário, 13º salário e horas-extras aos servidores (efetivos e contratados), aposentados e pensionistas, referente aos meses de novembro e dezembro do ano de 2000 (Disputa vencida na Justiça pelo servidor e servidora);

• Não foram pagos integralmente os salários dos servidores da Educação, CEO, CAPS e CEMUR (Saúde) dos meses de novembro e dezembro de 2008, quando da gestão do cruel e ex-gestor Washington Luis D. Neves, após o período de greve na época;

• Devem-nos os planos de carreira e salários do Magistério, da Saúde e Guarda Municipal;

• Combate ao assédio moral;

• Perseguição e arbitrariedade: não é possível um trabalhador sofrer desconto no salário por falta e ainda, COMO CASTIGO (E SEM SER COMUNICADO!) OU CHANCE DE DEFESA, corte no salário de 8 dias a título de suspensão, como “servidor faltoso” (guarda municipal);

• Processo disciplinar e administrativo engavetado, sem direito de defesa do trabalhador, ou tampouco acesso deste trabalhador ao seu processo (Educação);

• Escolas do turno noturno fechadas (EJA) e professores disponíveis, sem saber o que farão da vida;

• Ausência de Junta Médica da ITAPREV;

• Contas rejeitadas da ITAPREV (!) (funcionando com um conselho fiscal e administrativo provisório, mas sem a representatividade de servidores efetivos a serem escolhidos em seu fórum legal - assembléia geral do SINDSERVI);

• Concurso público: apesar da Promotoria de Justiça de Itaberaba e Procuradoria do Trabalhar determinar via TAC (TERMO DE AJUSTE DE CONDUTA), até a presente data nada se foi feito. Claro desrespeito as leis deste país!


Diante disto  e do silêncio do prefeito e seu grupo, servidor municipal , aposentados e pensionistas, estaremos convidando vocês para uma assembléia onde se poderá acrescer neste rol novas reivindicações, discutir a medida e promover assim mais um dia de paralisação. Pois o governo municipal, a cargo de prefeito João Filho, é moroso, conservador e arbitrário. Façamos a nossa e a sua parte, paralisaremos e mostraremos que não estamos satisfeitos com os  rumos  deste Município!

Em breve novas informações!



A diretoria do SINDSERVI