segunda-feira, 14 de novembro de 2011

PCCV PODE SER REALIDADE, MAS DEPENDE DE VOCÊ

Uma comissão de servidores municipais da Saúde em Itaberaba, representatividade dos interesses de um grupo maior, cansada de esperar a iniciativa do poder executivo municipal vem se reunindo a mais de um mês, na sede do SINDSERVI, para a construção do Plano de Carreiras, Cargos e Vencimentos dos Servidores trabalhadores da saúde (PCCV). A proposta é, depois de elaborado, discutir com os demais servidores os pontos do documento e finalmente apresentar à prefeitura.

Assim, em uma nova fase, promover novos debates com a parte patronal, possibilitando a flexibilização do documento, e em seguida agregar grupos interessados e demais autoridades em torno da elaboração do documento final para que a lei entre em vigor.

Visando este objetivo, é preciso que todos os segmentos da Saúde se envolvam neste projeto e estejam atentos quando forem requeridos pela entidade sindical e comissão para reivindicá-lo, pois, sabemos que o PCCV da saúde só será realidade, e somente sairá do papel , servidor (a), se você quiser e lutar !



quinta-feira, 10 de novembro de 2011

SELEÇÃO PÚBLICA PARA AGENTES DE SAÚDE GERA POLÊMICA

A prefeitura de Itaberaba, a 266 km de Salvador, responsável pela seleção pública dos agentes comunitários da cidade não conseguiu explicar o motivo de tanta demora em convocar as pessoas que passaram na sua primeira fase.

Após esperar até dois anos, alguns interessados decidiram por iniciar uma verdadeira cruzada para garantir a chamada. Utiliza-se de reivindicações na Rosário FM (Programa Voz da Comunidade), reuniões, e já estão acionando a Justiça.

Vergonhoso é o fato de que, depois de tanto tempo e de tantas reclamações, somente agora os representantes do Governo do Estado da Bahia e o Município se reunirão, às portas fechadas, para discutir o transtorno, conforme informou nesta quarta-feira (9) o líder do movimento em uma rádio local. O que vai sair desta conversa não se sabe, mas uma coisa é certa, a turma que foi selecionada e que não levou, apesar de um possível acordo entre as esferas municipal e estadual para desenrolar ou enrolar ainda mais a questão, está verdadeiramente decidida a tomar as providências, o que evidentemente deixará as autoridades de calças curtas. Pois elas dão péssimos exemplos, achando que as pessoas são tolas para perderem tempo com uma seleção pública e no fim saírem de mãos vazias!

Quanto ao governo municipal, do prefeito João Almeida Mascarenhas Filho, esta não é a primeira vez que dá um tiro no pé, saindo feio na fita; podemos citar, por exemplo, a escolha de diretores e vice-diretores das escolas municipais pela comunidade escolar que no seu governo foi cancelada; atitude antidemocrática, senhor prefeito!

Nesta linha, apesar de um TAC (termo de ajuste de conduta) assinado juntamente com o Ministério Público do Estado da Bahia e o Ministério Público do Trabalho - MPT (Feira de Santana), o prefeito João Filho ainda não realizou um concurso público para preenchimento de vagas da Prefeitura. O prazo máximo para convocar os novos servidores, segundo o termo, não poderá passar do mês de março de 2012, o que se conclui pelo andar da carruagem que o concurso ao ser feito vai ter diversos erros, se não houver celeridade, pois deve ser realizado e homologado até o dia 11 de dezembro. Situação desta natureza já ocorreu em outras gestões, havendo deste modo a mediação do SINDSERVI – Sindicato dos Servidores Municipais de Itaberaba - e promotoria de Justiça de Itaberaba para amenizar as falhas.

Outro fato, de desleixo, o governo municipal ainda não pagou aos servidores e aposentados a dívida trabalhista referente aos meses de novembro e dezembro do ano de 2000, décimo - terceiro e outras vantagens, apesar de um processo julgado e ganho pelos servidores municipais. São muitas pendências!...

Destarte, face aos atrapalhados históricos dos governos da prefeitura de Itaberaba, espera-se que o pessoal da seleção para agentes de saúde tenha mais sorte na sua luta. E o que depender do SINDSERVI, este se mostrará sempre disponível, dando apoio, para combater as desmazelas deste governo e do governo do Estado, pois o que tem sido feito com estas pessoas não se faz com o pior inimigo: gerar expectativas e deixá-las a apreciar navios! Trata-se de seriedade na coisa pública e respeito à comunidade. É o que se espera do governo João Filho e do governo do Estado, naquilo que couber a sua parte.






terça-feira, 1 de novembro de 2011

UMA COISA É UMA COISA, OUTRA...

Acontecerá em Itaberaba, segundo a Tribuna da Bahia Online:

“... a Semana Nacional de Conciliação. A campanha é promovida pelo Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ/BA). A semana especial acontece de 21 de novembro a 2 de dezembro, no Juizado Especial Cível e no Fórum Desembargador Hélio Lanza, em Itaberaba. Na oportunidade, o cidadão poderá resolver processos que tramitam no Judiciário de maneira mais rápida por intermédio da conciliação”. (Fonte: http://www.tribunadabahia.com.br. Acesso em 01/11/2011)

É uma pena que não houve uma "semana de  conciliação" para pagamento do salário dos servidores municipais de Itaberaba no início do ano de 2001, quando os servidores ficaram sem receber o salário do mês de dezembro de 2000 , décimo - terceiro e outras vantagens. Foi preciso recorrer a todas as instâncias para a Justiça dar ganho de causa aos servidores, e mesmo assim, ainda em 2011, nenhum pai e mãe de família recebeu da Prefeitura de Itaberaba o seu direito.

E olha que não havia ninguém lesado ( servidor público, aposentado, pensionista ou trabalhador temporário) que recebia acima dos 20 salários mínimos.  Na verdade nunca passou, uma minoria, de até dois salários.

Uma coisa é uma coisa, outra... É prefeitura no banco de  réu! E outra é conciliação para causa trabalhista envolvendo empregado e patrão!