quinta-feira, 6 de agosto de 2015

SERVIDORES MUNICIPAIS RETORNAM ÀS RUAS DE ITABERABA




Servidores municipais de Itaberaba cobram agilidade
Os servidores municipais de Itaberaba, coordenados pelo SINDSERVI, sindicato de classe, saíram mais uma vez em passeata pelas ruas de Itaberaba, nesta quinta-feira (06), conforme calendário de mobilização aprovado pela categoria.
Os servidores reivindicam a aprovação do Estatuto do Servidor (reformulação), a aprovação dos Planos de Cargos e Carreira do Magistério, da Saúde e dos demais servidores ainda este ano.
O SINDSERVI cobra da prefeitura a regularização urgente destas pendências, pois em Itaberaba os servidores contam apenas com um Estatuto defasado e o Plano de Carreira do Magistério também na mesma condição, que não atende as demandas do professorado.
A prefeitura alega que está atenta às reivindicações, porém como se tem visto, os seus representantes buscam interromper as paralisações, com a ameaça de corte dos dias parados, sem, no entanto, coordenar esforços mais transparentes e eficazes no sentido, conjuntamente com o sindicato de classe e seus interessados, de dirimir pendências dos esboços dos Planos e da Lei 799/94 (Estatuto). Ou seja, os representantes do Município prometem uma coisa e fazem outra.

O plano da Educação é o mais adiantado, mas segundo a secretária de Educação ainda depende de uma análise de uma Empresa Contábil de Salvador, para apreciação do impacto financeiro, o que foi dito em uma audiência no Ministério Público do Estado, com a presença da diretoria do Sindicato. Segundo a secretária, a análise somente ocorrerá na terceira semana de agosto.
O sindicato rebate que o processo de análise já vem ocorrendo desde o mês de março deste ano. E que as reivindicações tanto dos Planos quanto da reformulação do Estatuto é antiga, sendo cobrado sistematicamente desde o ano de 2009, através das Pautas de Reivindicação Salarial (e dos demais direitos) apresentadas à prefeitura.
Enquanto o Município, através do Prefeito João Filho, não coloca definitivamente e VERDADEIRAMENTE em pauta deste ano a aprovação dos planos, a reformulação da 799/94, bem como a apresentação do bojo destas leis aos servidores, o SINDSERVI COMUNICA À POPULAÇÃO QUE AS MANIFESTAÇÕES CONTINUARÃO INCLUSIVE COM AS PARALISAÇÕES.
 O OBJETIVO NÃO É CRIAR TRANSTORNO À COMUNIDADE, MAS SIM ALERTAR AO GOVERNO MUNICIPAL ACERCA DA URGÊNCIA DA APROVAÇÃO. APROVAÇÃO esta que deve vir após a noção exata, por parte dos servidores, de como estão os seus direitos e deveres garantidos nestes documentos.